November 12, 2015

Lyrics

menu

O Lamento de Arjuna

Chico César

Vendo parentes e amigos
Presentes diante de mim
Com tal animo de luta
Sinto meu corpo tremer e minha boca secar
O meu corpo está tremendo
E o meu cabelo arrepia
Minha pele está ardendo
E até meu arco gandiva escorrega em minha mão

Não, não posso permanecer
Nesse campo de batalha
De batalha
Minha mente está girando
Já nem me lembro de mim
E só prevejo infortúnios
Ó, matador de demônios

"Não consigo ver o bem que decorreria
Da morte dos meus parentes na luta
E não posso, caro krishna, desejar vitória
Reino ou mesmo felicidade como resultados dela"

Show moreShow less